CULTURAS DE TRABALHO TÓXICAS FAZEM OS MELHORES EMPREGADOS SAÍREM

20.05.2019

 

 

"Pessoas não saem de seus empregos, elas saem de culturas de trabalho tóxicas."

 

- Dr. Amina Aitsi-Selmi

 

 

Sempre que um chefe age como um ditador (sendo indiferente, constrangendo ou demitindo qualquer um que desafie o status quo) você tem o problema de um ambiente de trabalho tóxico. E isso não é somente por causa do mau comportamento do chefe, mas porque esse comportamento cria um ambiente onde todos têm medo, se sentem intimidados e frequentemente desejam “jogar seus colegas de trabalho debaixo do ônibus” somente para ficarem bem com o chefe.

 

Uma cultura organizacional tóxica irá corroer a empresa através da paralisação de sua força de trabalho, da diminuição da produtividade e do sufocamento da criatividade e inovação. Agora, mais do que nunca, os líderes de negócios precisam lidar com estas questões de toxicidade nos locais de trabalho. Isso faz a diferença na retenção de uma boa equipe e também se a sua empresa irá fracassar ou ser bem-sucedida.  Os funcionários não têm medo de “abandonar o barco” quando encontram um local de trabalho tóxico e geralmente os melhores funcionários saem primeiro.

 

 

"A maior preocupação para qualquer organização deve ser quando as pessoas mais apaixonadas se calam."

 

 

10 SINAIS DE QUE SUA CULTURA NO LOCAL DE TRABALHO É TÓXICA:

 

- Os principais valores da empresa não servem de base para como a organização funciona.

- As sugestões dos funcionários são descartadas. As pessoas têm medo de dar um feedback honesto.

- Microgerenciamento: pouca ou nenhuma autonomia é dada aos funcionários na execução de seus trabalhos.

- Culpa e punição é a norma da gestão.

- Absenteísmo excessivo, doença e alta rotatividade de funcionários.

- O excesso de trabalho é “uma medalha de honra” e é algo esperado.

- Poucas ou tensas interações entre os funcionários e a chefia.

- Fofocas e/ou “panelinhas”.

- Favoritismo e políticas do escritório.

- Comportamentos agressivos ou ou bullying.

 

 

QUAL É A CURA PARA UMA CULTURA DE TRABALHO TÓXICA?

 

Enquanto as culturas de trabalho tóxicas são o resultado final de muitos fatores, é geralmente a combinação de uma liderança fraca e indivíduos que perpetuam a cultura. Começa com aqueles que estão no topo. Líderes devem demonstrar: Respeito, Integridade, Autenticidade, Valorização, Empatia e Confiança.

 

A toxicidade no local de trabalho é cara. Empregados infelizes ou descomprometidos custam às empresas bilhões de dólares a cada ano em receitas perdidas, liquidações de valores mobiliários e outros danos. Uma vez que você identificar os principais problemas através da coleta de informações, desenvolva um plano e siga adiante. Isto pode significar treinamento, mudança ou simplesmente “se livrar” de chefes ruins, que são a causa raiz da toxicidade no local de trabalho. Mostre aos funcionários que você se importa e está comprometido a melhorar o ambiente de trabalho. Seus funcionários podem ser seu maior ativo, mas tudo depende de como você os trata.

 

Infelizmente, se você não curar o “câncer que está na raiz da árvore”, não apenas os ramos e as folhas morrerão, mas sim a árvore toda.

 

Autora: Brigette Hyacinth.

Tradução: Instituto Capitalismo Consciente Brasil.

Clique AQUI para conferir o artigo original.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Instituto Capitalismo Consciente Brasil

contato@ccbrasil.cc

+ 55 11 98828-2141

Rua Alcides Ricardini Neves 12, conjunto 1308

Cidades Monções, São Paulo/SP

04575-050